Latest News


More

Caso eloá: O Sequestro

Posted by : Fabiano Ribeiro on : 14/02/2012 0 comments
Fabiano Ribeiro
Saved under :
O sequestro
Em 13 de outubro de 2008, Lindemberg Fernandes Alves, então
com 22 anos, invadiu o domicílio de sua ex-namorada, Eloá
Cristina Pimentel, de 15 anos, no bairro de Jardim Santo André,
em Santo André (Grande São Paulo), onde ela e colegas
realizavam trabalhos escolares. Inicialmente dois reféns foram
liberados, restando no interior do apartamento, em poder do
sequestrador, Eloá e sua amiga Nayara Silva.
No dia 14, Eduardo Lopes, o advogado do sequestrador, passou a
acompanhar as negociações do cliente com o Grupo de Ações
Táticas Especiais (GATE). Às 22h50min desse dia, Nayara
Rodrigues, 15 anos, amiga de Eloá, foi libertada, mas no dia 15 a
policia paulista mandou-a de volta para continuar as negociações.
[2]
Após mais de 100 horas de cárcere privado, policiais do GATE e
da Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo explodiram a
porta - alegando, posteriormente, ter ouvido um disparo de arma
de fogo no interior do apartamento - e entraram em luta corporal
com Lindemberg, que teve tempo de atirar em direção às reféns.
A adolescente Nayara deixou o apartamento andando, ferida com
um tiro no rosto, enquanto Eloá, carregada em uma maca, foi
levada inconsciente para o Centro Hospitalar de Santo André. O
sequestrador, sem ferimentos, foi levado para a delegacia e,
depois, para a cadeia pública da cidade. Posteriormente foi
encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, na
cidade de São Paulo.
Eloá Pimentel, baleada na cabeça e na virilha, não resistiu e veio a
falecer por morte cerebral confirmada às 23h30min de sábado (18
de outubro).[3]
O caso também repercutiu no exterior; o jornal espanhol El País
destacou a comoção nacional pelo falecimento da jovem Eloá.[4]

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Comentar é expressar sua opinião. Que
deve ser respeitada da mesma maneira
que você deve respeitar a opinião dos
outros. Portanto, nada xingamentos,
palavras ofensivas, preconceito, enfim
comentários desse tipo não serão
publicados.

Connect With us

Over 600,000+ Readers Get fresh content from FastBlog